Airbnb: Como funciona?

Este é o primeiro post da série Aprendendo a viajar e vou falar de uma opção de hospedagem chamada Airbnb. Com certeza o Airbnb não é novidade para muitos, mas decidi escrever este post após ver muitas pessoas com dúvidas quanto a como ele funciona ou se é seguro. Essas e outras perguntas serão respondidas ao longo do post, e ao final ainda vou deixar um bônus 😉

Sala do apartamento alugado por Airbnb
Sala do Airbnb que me hospedei em São Paulo, em 2018.

O que é o Airbnb?

O Airbnb é uma empresa americana, fundada em 2008, que une pessoas dispostas a alugar seus imóveis e viajantes em busca de um lugar para ficar. Ou seja, o Airbnb, por si só, não é o dono das acomodações, mas sim o intermediador.

Os anfitriões (donos ou responsáveis pelo imóvel) podem alugar os seguintes tipos de acomodação:

  • Espaço inteiro: você fica com o imóvel só para você. Até hoje, só aluguei desta forma.
  • Quarto inteiro: você aluga um quarto individual em um apartamento ou casa, mas haverá outras pessoas também no local. Muitas vezes, os donos do imóvel moram ali, estão com um quarto sobrando e o colocam para aluguel.
  • Quarto compartilhado: você divide não apenas o imóvel, mas também o quarto com outras pessoas.
  • Quarto de hotel: alguns hotéis, pousadas e afins também divulgam seus quartos pelo Airbnb.

O Airbnb também oferece uma modalidade chamada experiência, para passeios e atividades, mas este post falará apenas sobre a modalidade hospedagem.

Como usar o Airbnb

Quando estou fazendo uma busca, sempre começo aplicando o filtro do tipo de acomodação (espaço inteiro) e faixa de preço por noite. Os preços de cada acomodação ficam a critério do anfitrião. Na busca, o valor é mostrado por noite, mas é importante lembrar que ainda serão incluídas as taxas (taxa de serviço do Airbnb e limpeza). Verifico fotos, localização e comentários deixados por outros hóspedes (falaremos mais sobre isso adiante), e então envio uma mensagem ao anfitrião me apresentando e demonstrando interesse na hospedagem.

É muito importante esse primeiro contato para que o anfitrião saiba quem você é, de onde vem, o que vai fazer na cidade. Como essa é uma plataforma muito mais pessoal do que alugar um quarto de hotel, por exemplo, é sempre legal dizer por que você quer ficar na casa dessa pessoa.
Além disso, é após esse primeiro contato que o anfitrião vai dar o OK no sistema para você efetuar a reserva.

Como toda regra tem sua exceção, algumas hospedagens podem estar com a opção Reserva Instantânea ativada permitem que você efetue a sua reserva imediatamente, sem precisar falar com o anfitrião primeiro.

Você pode enviar quantas mensagens quiser, para quantas acomodações quiser, até decidir qual alugará. O envio de mensagens é gratuito.

O AIRBNB É seguro?

Vou falar aqui de dois tipos de segurança: financeira e pessoal.

Segurança pessoal

Essa primeiro porque é mais importante, sempre!

Bem, existem casos de pessoas que sofreram complicações com o Airbnb, da mesma forma como existem pessoas que se complicaram em hotéis, aplicativos de corridas, entre outros. Entretanto, os anfitriões passam por uma verificação prévia antes de serem aceitos na plataforma. Além disso, é primordial verificar os comentários de quem já se hospedou na acomodação para saber o que as pessoas acharam. Os comentários são legítimos, é preciso ter finalizado uma hospedagem para poder deixa-lo, e você receberá também um comentário e nota do anfitrião sobre como foi te ter como hóspede.

Leia tudo com atenção, verifique o número de estrelas tanto da acomodação quanto do anfitrião. Entrando no perfil dessa pessoa, você pode ler os comentários deixados em todos os imóveis que ela tiver registrado (caso haja mais de um) e também os comentários recebidos na condição de hóspede (caso tenha se hospedado).

Além disso, anfitriões excepcionais são chamados de Superhosts e recebem um selo no perfil para indicar que são exemplos de hospitalidade e experiência positiva. Seus perfis são checados continuamente de forma que o Airbnb possa assegurar a qualidade prometida.

Assim como para reservar qualquer quarto de hotel, verifique com cautela a região da acomodação. Faça uma pesquisa para saber se é uma área segura da cidade. E, claro, preste atenção também nas fotos do local. Parece tudo direitinho? Há aspecto de sujeira? Claro que fotos podem ser editadas ou até mesmo tiradas em momentos que não condizem mais com a realidade, mas se as fotos não demonstram o mínimo de cuidado, não deve ser um lugar lá muito bom, né?

Algumas cidades oferecem a opção Airbnb Plus. Acomodações Plus oferecem conforto extra e são conferidas pessoalmente pela equipe do Airbnb, o que dá pontos a mais no quesito segurança e fidelidade do anúncio.

Por fim, sobre segurança pessoal, procure manter a comunicação dentro da plataforma. Após fazer a reserva, temos acesso ao telefone do anfitrião, mas prefiro manter as conversas dentro do site do que pelo Whatsapp (ao menos até o check-in), a não ser que o assunto seja mais imediato, como avisar que estou chegando. E falando em mensagens fora da plataforma, não faça pagamentos por fora, nem se o dono oferecer um desconto – o que nos leva ao próximo tópico.

Segurança financeira

Apesar de o pagamento ser feito no momento da reserva, o legal do Airbnb é que, independentemente da data da viagem, o valor só é creditado ao anfitrião 24 horas após o check-in. Desta forma, você pode entrar em contato com a empresa se houver algo errado antes do anfitrião receber as diárias. Isso impossibilita um golpe do tipo “paguei por um apartamento, mas o local não existe” (que por vezes acontece com pessoas que alugam diretamente com o dono) pois o anfitrião não receberá se você fizer uma reclamação dessas.

Já falei antes mas vou repetir: nunca, jamais, faça pagamentos fora da plataforma. Pagamentos em dinheiro ou fora do site são uma violação dos Termos de Serviço e não garantem integridade financeira.

Antes de reservar a acomodação, verifique sempre a política de cancelamento. Algumas são flexíveis e permitem cancelar com reembolso até uma data próxima da viagem, outras são mais rigorosas e retêm uma parte do valor após certo tempo.

Em caso de emergência, a equipe global do Airbnb está disponível para atendimento 24 horas por dia, em 11 idiomas.

Minha experiência

Conheci o Airbnb em 2011, quando estava organizando uma viagem para Nova York. Eu tinha alugado um quarto de hotel, mas perto da viagem recebi uma mensagem de que tinha sido cancelada. Preocupada com a proximidade da viagem e com os hotéis lotados por ser alta temporada, fui buscar alternativas e acabei caindo no site do Airbnb.

Na época, o site era todo em inglês e internacional, ou seja, o escritório e assistência no Brasil e em português ainda não existiam. Além disso, não era possível parcelar e havia o acréscimo do IOF por ser uma compra internacional. Hoje, o Airbnb é registrado no Brasil e isso não acontece mais: pode parcelar sim (apesar de com juros) e não há mais cobrança de IOF.

De 2011 até hoje já me hospedei pelo Airbnb diversas vezes, tanto no exterior quanto no Brasil, e todas as experiências foram muito tranquilas. Na maioria das vezes, o anfitrião marcou um horário para me entregar a chave e aproveitou para fazer recomendações de uso e dar dicas do local. Sempre foram muito prestativos e flexíveis quanto a horários de entrada e saída.

Eu realmente gosto da proposta do Airbnb e não tenho do que reclamar. Não acho melhor nem pior do que hotéis, mas sim uma alternativa. Dependendo do local, do número de pessoas viajando, ou do conforto que queremos, hospedar-se por Airbnb é uma ótima pedida.

E você, já ficou em Airbnb? Qual a sua experiência? Tem alguma pergunta? Deixa ali nos comentários 😉

E pra quem nunca utilizou o serviço… um bônus!

Bônus

Aqui vai um presente para quem nunca se hospedou pelo Airbnb: Clica nesse link e ganhe R$130,00 em créditos para utilizar na sua primeira viagem!

Boa viagem!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s